Imagine utilizar desodorantes, shampoos, cosméticos, potes de sorvete, entre tantos outros produtos de consumo cotidiano, e não descartar essas embalagens no lixo, uma vez que existe uma transportadora responsável por buscar esses recipientes em sua casa e destiná-los à reinserção no ciclo produtivo. Não é algo comum ou fácil de se imaginar. Pode parecer uma lembrança de décadas passadas, quando a utilização de embalagens retornáveis fazia parte da rotina das pessoas. Também é possível pensar que essa é uma ideia para o futuro, tecnológica e ousada, que talvez seja desenvolvida posteriormente. No entanto, essa não é mais uma ideia, é uma iniciativa. E está acontecendo agora.

Atualmente, é inegável a problemática do descarte e gestão do lixo, principalmente considerando o alto volume de plásticos consumidos diariamente, resíduo que leva centenas de anos para se decompor na natureza. Embalagens de todo tipo são encontrados nas ruas, praias, oceanos e rios, colocando o esgotamento do meio ambiente cada vez mais em evidência. Pensando em uma solução para esse problema, Tom Szaky – CEO da empresa TerraCycle, em parceria com gigantes do consumo como P&G, Nestlé, Unilever, Coca-Cola, PepsiCo, Danone, Mondelez Internacional, entre outras, desenvolveu a plataforma Loop, que se propõe a solucionar a questão dos descartáveis ao resgatar antigas práticas como a do vendedor de leite, que passava de porta em porta, recolhendo as embalagens vazias de vidro e deixando novos frascos cheios. 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Loop é um e-commerce que permite ao consumidor adquirir produtos de diversas marcas com embalagens retornáveis. Seu funcionamento é simples para o usuários, dinamizando sua compra e literalmente levando a sustentabilidade à sua porta. Ao comprar os bens de consumo das companhias conveniadas no site da plataforma, o consumidor os recebe uma caixa do Loop, que posteriormente será recolhida pela transportadora juntamente com os recipientes que passarão por um processo de higienização e reutilização. Ao realizar uma nova compra, o cliente receberá em poucas horas novos produtos recarregados, cujas embalagens têm um ciclo de vida estimado em 100 usos. Quando não estiverem mais apropriados para seu propósito, os frascos serão, então, encaminhados para a reciclagem, realizada pela TerraCycle.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A palavra inglesa Loop, significa ciclo, e a iniciativa busca inserir exatamente um novo padrão de consumo na sociedade, baseado na economia circular. Adotando este estilo de vida, a população, consciente de seus hábitos de compras e de suas consequências para o meio ambiente, poderá utilizar somente bens de consumo que oferecem uma solução e opção de descarte que não sejam os lixões e aterros sanitários. Uma das principais premissas da economia circular consiste na revisão do modelo de consumo que passa pela reutilização, reciclagem ou upcycling das embalagens, garantindo uma nova vida para o material e extensão do seu ciclo de vida ou reinserção no mercado.

A iniciativa, lançada no Fórum Econômico Mundial em Davos inicia sua fase piloto em Nova York e Paris. A expectativa é que em breve chegue à São Francisco, Londres, Toronto e Tóquio e posteriormente em outras partes do mundo.