A sustentabilidade na indústria está baseada em estratégias verdes, que mesclam preocupação ambiental e produtividade.

Desde que a Revolução Industrial transformou a interação da sociedade com o meio ambiente, houve um aumento expressivo no uso de recursos naturais e na demanda por novos produtos. No entanto, as mudanças climáticas e o esgotamento de recursos têm motivado cada vez mais a sustentabilidade na indústria.

A sustentabilidade na indústria está baseada em estratégias verdes, que mesclam preocupação ambiental e produtividade.

Desde que a Revolução Industrial transformou a interação da sociedade com o meio ambiente, houve um aumento expressivo no uso de recursos naturais e na demanda por novos produtos. No entanto, as mudanças climáticas e o esgotamento de recursos têm motivado cada vez mais a sustentabilidade na indústria.

Atualmente, muitas empresas estão tratando a sustentabilidade como um assunto prioritário. É preciso alinhá-lo com suas estratégias corporativas para aumentar o crescimento e a competitividade do negócio. Entretanto, uma indústria sustentável vai além do meio ambiente. É preciso também aumentar a segurança dos funcionários, da comunidade e dos produtos, com benefícios inclusive para a marca.

A importância de desenvolver uma indústria verde

Cada vez mais as empresas estão adotando uma abordagem sustentável de longo prazo. A manufatura sustentável busca criar por meio de processos que reduzem os impactos ambientais e, ao mesmo tempo, conservam a energia e os recursos.

Para que isso ocorra, é preciso buscar um equilíbrio econômico, social e ambiental. No cenário econômico atual, existem muitos incentivos concedidos pelos governos federal, estadual e municipal. Redução de impostos, repasse de verbas para municípios e incentivos em infraestrutura para que empresas invistam em práticas sustentáveis são alguns deles.

Outro exemplo é o selo verde, previsto na ISO 14000 e concedido pela ABNT. Com ele, busca-se reconhecer as indústrias que utilizam padrões de gestão com impacto ambiental reduzido. O selo considera todo o ciclo de vida do produto, ou seja, da matéria-prima até o ponto de venda.

As tendências da sustentabilidade na indústria

As práticas sustentáveis ultrapassaram o nicho das organizações que tradicionalmente se posicionavam como “verdes”. Agora, sua aplicação inclui empresas em diversos setores da indústria. A sustentabilidade tem se apresentado como uma tendência para aqueles negócios que buscam competitividade, responsabilidade e inovação.

Agora, existe uma necessidade de alcançar a sustentabilidade decorrente da diminuição de recursos não renováveis, regulamentações mais rigorosas relacionadas ao meio ambiente e segurança no local de trabalho, assim como a demanda por produtos ecologicamente corretos.

Assim como a Indústria 4.0, a manufatura sustentável é vista como o futuro das empresas. Os requisitos ambientais no processo de desenvolvimento do produto já podem ser considerados como parte inevitável do sistema de manufatura.

As principais práticas sustentáveis na indústria

As formas pelas quais as organizações avançam no caminho da sustentabilidade na indústria inclui abordar o conceito de “empresa verde” de maneira coordenada, integrada e formal. Para isso, é preciso usar a inovação, o planejamento e a análise estratégica a fim de integrar a sustentabilidade nas funções de negócios e pensar no longo prazo.

“Uma maneira fácil é reduzir o desperdício de energia. Por exemplo, máquinas ineficientes podem consumir até 70% mais energia do que o necessário. Assim, o foco em modernizar equipamentos e adotar energia limpa e renovável ajudará um fabricante a reduzir seu consumo”, recomenda o engenheiro ambiental André Fontes.

Além disso, a adoção do conceito de produção enxuta, com o amparo da tecnologia, consiste em empregar o número de pessoas exato, fabricando apenas o necessário e simplificando os processos para maximizar os resultados.

Dessa forma, eficiência e redução de desperdícios são a base para a sustentabilidade na indústria. Apostar em ações sustentáveis se torna um fator crucial para o desenvolvimento industrial, o aumento da competitividade e o crescimento econômico.

Fonte: Redação A Voz da Indústria