Duas experiências urbanas que aliam sustentabilidade e criatividade foram apresentadas no segundo painel do Ecomondo Forum, nesta quarta-feira, 22 de maio, na discussão sobre inovação no ambiente urbano, com foco na construção e uso sustentável, mostrando que, de Norte a Sul do país, pessoas, organizações, empresas e poder público estão se mobilizando para transformar as cidades brasileiras e a qualidade de vida.

Com mediação de Tatiana Tucunduva P. Cortese, da Uninove e do IEA-USP e coordenadora do Ecomondo Forum, o painel contou com dois convidados: Marcelo Gomes, administrador e engenheiro civil pela UFSC, responsável por  empreendimentos imobiliários inovadores como o Pedra Branca Cidade Criativa, Passeio Primavera, Mercadoteca e Centro de Inovação Acate Primavera, e Cláudio Nascimento, diretor de Tecnologia de Olinda (PE), vice-presidente da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas, conselheiro do Porto Digital em Recife e representante da OASC – Open &Agile Smart Cities no Brasil.

Marcelo discorreu sobre a urbanização sustentável do bairro Pedra Branca, em Santa Catarina, uma experiência urbana que prioriza a convivência das pessoas, a diversidade e a criatividade.

“Para nós é uma superoportunidade estar aqui nesse debate que a Ecomondo trouxe. A junção da Feira Ecomondo com as feiras de energia, a organização e qualidade das pessoas que estavam aqui foram fantásticas. Discutir o tema de planejamento urbano com sustentabilidade, o que liga um ao outro, o ponto de vista de prática, o setor privado-público, com todos trabalhando em união, foi muito legal”, elogia Marcelo.

Do Nordeste veio a experiência de Olinda (PE), com a apresentação de Claudio Nascimento, mostrando iniciativas inovadoras, como as ações de coleta seletiva no tradicional Carnaval da cidade, festa que gera cerca de 100 mil empregos diretos e indiretos, entre eles, 300 catadores cadastrados.

Para Claudio, a Ecomondo Brasil é crucial nesse momento do país. “Trazer um assunto sobre o qual a população tem pouco conhecimento, como é o impacto global, poder discutir o que é a sustentabilidade de fato e trabalhar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável do impacto global foi uma maravilha. Discutimos e aprendemos sobre o tema”.

Fazendo um balanço geral do Fórum, a presidente do Comitê, Tatiana Tucunduva, ressalta que o encontro trouxe o tema da logística reversa, pois este tem preocupado o setor por conta da demora da legislação, que já existe desde 2010, mas que não conseguimos até hoje que ela funcione efetivamente. “A preocupação era trazer representantes das empresas e poder público, que trabalham com essa questão ambiental (leia aqui sobre o primeiro painel do Forum). Conseguimos fazer um debate positivo, trazendo essas duas visões para as empresas poderem se adequar e identificar oportunidades de negócio nesse setor. Sobre o segundo painel, a estudiosa explica: “trouxemos a questão da inovação no planejamento urbano. Causa uma provocação de qual é o papel nosso como cidadão e empresa, gestor público e sociedade civil. Qual é o papel de cada ator da sociedade para que a gente consiga avançar e melhorar a qualidade de vida que é o que buscamos? Espero que o Fórum tenha conseguido trazer discussões interessantes, o público ficou até o final e foi muito positivo”. E complementa: “Participar desses eventos é uma oportunidade para aumentar a rede de contatos. Conseguimos que a Ecomondo se apresente para o Brasil de uma forma positiva e que a gente consiga despertar o interesse pata o visitante voltar no próximo ano”.

Em sua primeira edição, a Ecomondo Brasil já comprova este sucesso ao apresentar soluções ambientais para o mercado industrial e contribuir para a atualização de conhecimento e o aperfeiçoamento dos profissionais da área. As principais novidades e tendências deste ano incluem Gestão de Resíduos (Urbano, Industrial e Automotivo) e Energia (Biogás e Biomassa), em um ambiente B2B, atraindo profissionais da indústria, prestadores de serviços, fornecedores de equipamentos, centros de pesquisa e gestores públicos e privados.

O evento acontece simultâneo às feiras Ecoernergy e ExpoBiogás, no São Paulo Expo, até esta quinta-feira, 23 de maio.