Em sua primeira edição, a Ecomondo Brasil – Feira de Soluções Tecnológicas para Gestão da Sustentabilidade, que aconteceu de 21 a 23 de maio, na São Paulo Expo, apresentou novidades e tendências sobre gestão de resíduos (urbano, industrial e automotivo) e energia (Biogás e Biomassa). Realizado pela primeira vez no país, em parceria com a Ecoenergy – Feira e Congresso Internacional de Tecnologias Limpas e Renováveis para Geração de Energia e a ExpoBiogás, o evento surpreendeu os visitantes, seja pelas empresas presentes na feira ou pela importância dos temas abordados nas palestras.

 

Durante os três dias, profissionais do setor, professores e estudantes, entre outros participantes, de diferentes estados brasileiros tiveram a oportunidade de experimentar de forma ampliada questões da economia verde e das energias renováveis.

 

Veja alguns comentários sobre a realização:

 

Rogério Vieira veio representando o SAEE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Vilhena, em Rondônia, para participar do evento e gostou do que viu. “A feira é muito interessante, com bastantes exposições que vêm agregar conhecimento e novas tendências, que podem trazer soluções para o nosso país”, disse.

Eduardo Guimarães, diretor de Projetos da Prefeitura de Osasco/SP, trabalha com cooperativas que fazem a reciclagem de resíduos coletados pelos municípios. Ele destacou as inovações tecnológicas apresentadas na feira. “A Ecomondo é interessante para conhecermos as novas tecnologias e levarmos para nossa cidade para aproveitarmos melhor o lixo que é jogado fora – e todos os resíduos têm um destino correto. Podemos visualizar isso no evento, fornecedores com novas tecnologias para tratamento dos resíduos, novas etapas e procedimentos para reciclagem”.

Nas palavras de Itane Batista, estudante do Curso Técnico em Controle Ambiental no Instituto Federal de São João Del Rei, em Minas Gerais, “a feira é muito interessante e muito válida para o estudante conhecer”. Ela frisou a Ilha de Reciclagem entre as atrações.

 

O professor de química na ETEC Tiquatira Marcos Sergente também enfatizou a importância da Ecomondo para os estudantes. “Viemos trazer os alunos para eles aprenderem mais sobre o meio ambiente. O evento tem muitas informações. Estamos aprendendo também e conhecendo novas tecnologias”, disse.

Para a jovem Julia Pereira Gomes, estudante do curso técnico de Meio Ambiente, na ETEC Getúlio Vargas, foi uma excelente experiência. “A proposta da feira é incrível, inovadora e variada. Tem novidades e as empresas podem crescer mais”.

A Ecomondo também se destacou como ambiente para incrementar a rede de relacionamentos. Clelia Regina de Carvalho , estudante de Licenciatura de Geociências e Educação Ambiental da Universidade de São Paulo – USP, participou do evento com o objetivo de fazer contatos e buscar possíveis palestrantes para a Semana do Meio Ambiente, uma feira que o Instituto de Geociências promoverá na universidade, em agosto. “É importante fazer esses links com as empresas porque elas muitas vezes fazem seus seminários e poucos acadêmicos participam. Da mesma forma, quando a academia faz esses eventos poucas pessoas de empresas vão prestigiar. Estou fazendo novos contatos para promover essa troca de conhecimento e divulgação das ações relacionadas ao meio ambiente. A feira foi bem aproveitada. As pessoas foram receptivas, gostaram deste tipo de abordagem”, contou.

Já a tecnóloga Ana Paula Silveira elogiou o Ecomondo Forum, atração do segundo dia do evento. “Foi um ótimo espaço de aprendizado e discussões sobre o gerenciamento de resíduos sólidos e as cidades inteligentes. Ambos são temas muito atuais e relevantes para a discussão e que carecem de inovação e desenvolvimento para trazer melhor qualidade de vida para a sociedade, além do potencial de mercado com a implementação da economia circular”, frisou.