Expositora da Ecomondo Brasil 2018, a Ecobags Brasil está empenhada em promover o aumento de produção desta fibra, uma das alternativas é através da confecção de sacolas de Juta

juta (Corchoruscapsularis) é uma fibra têxtil vegetal. Esta erva lenhosa, que vive em áreas de várzea tropical com umidade de 60% a 90% como a Amazônia, alcança uma altura de 3 a 4 metros e o seu talo tem uma grossura de, aproximadamente, 20 mm.

Ecobags alguns produtos

A juta é 100% biodegradável e reciclável e, portanto, ambientalmente amigável. Um hectare de plantas de juta consome cerca de 15 toneladas de dióxido de carbono e libera 11 toneladas de oxigênio. Cultivando juta em rotação de culturas enriquece a fertilidade do solo para a próxima safra.

Para o plantio da Juta, não se desmata a floresta, pois se usa só as ribeiras dos rios onde não há vegetação e o cultivo dispensa o uso de adubos químicos e agrotóxicos.

A Ecobags Brasil, apresenta a Juta como uma das soluções para manter a Floresta Amazônica na vertical. Hoje o cenário é o desmatamento da floresta, agronegócio avançando e uma queda drástica na produção de Juta no Brasil. Em 2012, (último dado) o Brasil produziu cerca de 10 mil toneladas, enquanto Bangladesh dois milhões e Índia 1,4 milhão. “Aqui no Brasil perdemos mercado, mas ela pode voltar a ser uma das soluções para a Floresta Amazônia”, comenta Paulo Vaz, diretor comercial da Ecobags Brasil. Segundo ele, aempresaestá empenhada em promover o aumento de produção desta Fibra, uma das alternativas é através da confecção de sacolas de Juta.“A empresa já tem cerca de 25 modelos entre sacolas, nécessaires e lixeirinhas de carro, e para atrair os empresários, personaliza todos os produtos com a logomarca das empresas. Assim, podem ser utilizadas como brindes em suas campanhas de Marketing”, explica.

Atualmente cerca de 200 mil famílias ribeirinhas tem sua renda com a Juta da Amazônia. A Cia Têxtil de Castanhal, parceira da Ecobags Brasil, cuida de 15 mil destas famílias com creches, escolas, assistência hospitalar, mesmo sendo pouco, ainda é o início de um grande projeto socioambiental.

Em 2016 a Ecobags Brasil ganhou o prêmio “Inovação” promovido pela Free Shop.“O conforto e a satisfação de trabalhar com um produto totalmente ecológico, “Ecofriendly”, como é conhecido no restante do mundo, é muito gratificante. Talvez agora seja o momento de o Brasil acordar e cuidar de suas riquezas naturais”, diz Vaz.

Para Jennifer Antunes, diretora da Ecobags Brasil, estamos pagando muito caro pela ganancia financeira, nosso planeta está muito doente. “Muitos países estão se mobilizando, inclusive o Brasil, mas as ações são muitos lentas e sempre os interesses financeiros prevalecem” avaliaJennifer, que comenta um ditado indígena que diz: “Só quando a última árvore for derrubada, o último peixe for morto e o último rio for poluído é que o homem perceberá que não pode comer dinheiro”.

Por isso, Jennifer e Vaz afirmam que a Ecobags Brasil,envolvida com a Amazônia, conta com que as empresas adotem a ideia, que ao adquirir uma ecobag estarão comprometidas com a causa, protegendo famílias na região Amazônica e tornando-se, através da campanha já existente desde 2017, uma “EMPRESA AMIGA DA AMAZÔNIA”. “Nosso negócio é a Amazônia”, ressaltam.